O que é mineração de criptomoedas?
Home > O que é mineração de criptomoedas?
Mariana Scabello
nov 13, 2022 7 mins read

O que é mineração de criptomoedas?

A mineração é uma parte fundamental do setor de criptomoedas e, é essencial para o mecanismo de consenso prova de trabalho (PoW). O processo de mineração utiliza uma rede global de computadores, que executam o mesmo código e garantem que todas as transações de criptomoeda sejam legitimadas e verificadas. Além disso, também é responsável por trazer novas criptomoedas em circulação.

Bitcoin, a criptomoeda mais valiosa do planeta, é uma das muitas que dependem do processo de mineração. No entanto, outras, como o Ethereum – a segunda criptomoeda mais valiosa do mundo – escolheram o mecanismo de consenso de prova de trabalho (PoW) em um esforço para reduzir o impacto ambiental do setor.

Neste guia da AAG Academy, ensinaremos o que é mineração, como funciona, e o que você precisa para começar a minerar em casa, além dos os prós e contras desse processo.

A maioria das criptomoedas existentes hoje são descentralizadas, o que significa que evitam ativamente uma entidade central, como um banco, que normalmente seria responsável por validar transações. Em vez disso, contam com uma enorme rede mundial de computadores que trabalham juntos para processar e validar transações e manter a blockchain funcionando sem problemas.

Até o sistema PoS ser introduzido em 2012, a mineração com o mecanismo PoW era a única maneira de concluir efetivamente esse processo na escala necessária, garantindo a segurança e a integridade da blockchain. Sem o PoS, a criptomoeda como a conhecemos simplesmente não seria possível.

Como funciona a mineração de criptomoedas?

Muitos fãs de criptomoedas pensam na mineração como uma maneira de gerar moedas e ganhar algum dinheiro. Embora seja verdade que a mineração oferece essa oportunidade, é apenas uma pequena parte do processo geral. O aspecto mais importante da mineração é tornar possível a descentralização da criptomoeda, a partir da validação digital de todas as transações, mantendo a  blockchain atualizada.

Para validar transações e registrá-las no que chamamos de bloco, os mineradores utilizam um hardware de computação potente para resolver cálculos criptográficos complexos. Esses cálculos geram o que é chamado de hash – uma assinatura digital exclusiva – que pode ser usada para proteger os dados armazenados, evitando que sejam comprometidos por indivíduos mal intencionados.

Cada bloco contém várias transações validadas, e a própria blockchain contém um registro completo de todas as transações já processadas. Os hashes exclusivos atribuídos a cada bloco impedem que os dados contidos nele sejam adulterados. Se os dados dentro de um bloco mudarem, seu hash também mudará e não será reconhecido pela blockchain.

Os mineradores competem entre si para preencher blocos, dar-lhes um hash e adicioná-los à blockchain, e quanto mais poderoso seu hardware, maior sua chance de gerar um hash antes de qualquer outra pessoa. Depois que um bloco é preenchido com sucesso e adicionado à blockchain, o minerador é recompensado com novas unidades de criptomoeda, que podem ser usadas como ele desejar.

Por que a mineração de criptomoedas é necessária?

Quando você faz uma compra ou envia dinheiro com moedas fiduciárias tradicionais, cabe ao seu banco, primeiro garantir que você tenha dinheiro suficiente em sua conta, depois processar a transação e manter um registro da atividade dessa transação. Sem esse sistema centralizado, as criptomoedas dependem da comunidade, ou mineradores, para cuidar dessas responsabilidades.

Oferecer novas unidades de criptomoeda como recompensa para aqueles que processarem com sucesso novos blocos ajuda a garantir uma blockchain ativa e saudável e que esteja sempre disponível. Depois de corrigir um bug que causou uma interrupção temporária em 2013, o Bitcoin esteve ativo 100% do tempo. O Ethereum, que também usava o sistema PoW até recentemente, nunca sofreu uma interrupção em sua história.

Além disso, a mineração dá a blockchain a segurança robusta necessária para afastar ataques de indivíduos mal-intencionados. Atualmente, o setor de criptomoedas como um todo vale quase US $1 trilhão. Em novembro passado, antes das condições econômicas influenciarem na queda de valor das criptomoedas, ela valia US $3 trilhões. Uma indústria dessa magnitude precisa da melhor segurança possível para ter sucesso.

Você pode se interessar por: O que é “proof-of-work” (PoW)?

O que é necessário para iniciar a mineração de criptomoedas?

Primeiramente é necessário a instalação do software para a mineração em uma blockchain da sua escolha, este, normalmente, é gratuito para download. Depois, os mineradores, precisam de uma carteira de criptomoedas para armazenar as chaves necessárias para coletar as recompensas que ganharem, além disso é importante ter o hardware certo. Este deve ser um computador potente, e geralmente, é construído especificamente para mineração.

Um dos aspectos mais importantes de um computador de mineração é sua GPU ou unidade de processamento gráfico. Este é o componente que lida com o trabalho mais difícil – gerar os hashes necessários para proteger novos blocos. Nem todas as GPUs são adequadas para essa tarefa, e muitas das que são compatíveis ainda não são poderosas o suficiente para competir com outras plataformas de mineração.

Sendo esse o caso, muitos mineradores usam as GPUs mais novas e poderosas da NVIDIA e da AMD e as combinam com processadores rápidos, muita RAM, fontes de alimentação robustas e todos os outros itens essenciais que um computador potente precisa. Alguns mineradores, se tiverem os recursos, combinam várias GPUs para aumentar suas habilidades de hash e suas chances de sucesso.

Algumas criptomoedas exigem mais poder de mineração do que outras. O Bitcoin, devido ao seu tamanho e popularidade, é um dos mais difíceis de minerar, mas também oferece a maior recompensa. Se você deseja minerar uma criptomoeda como o Bitcoin, mas não tem recursos para investir em uma configuração de mineração de ponta, pode optar por ingressar em um pool de mineração.

Um pool de mineração é um grupo de mineradores que combinam seu poder de computação para serem mais competitivos. Trabalhando juntos, os indivíduos da equipe aumentam suas chances de gerar hashes criptográficos e processar blocos antes dos outros competidores. Quando são bem-sucedidos, cada um recebe uma parte dos lucros recebidos.

A mineração de criptomoedas ainda vale a pena?

A mineração de criptomoedas ainda é um hobby incrivelmente lucrativo para alguns – e, de fato, uma parte essencial do setor de criptomoedas. No entanto, se vale a pena para você pessoalmente depende de você ter ou não os recursos para ser competitivo. Você não só precisa pensar em adquirir alguns dos melhores hardwares de computação do mercado, mas também pagar pelos custos de energia que acompanham a execução desse hardware, o dia todo, todos os dias.

Se você não tiver os recursos necessários para adquirir o melhor hardware, poderá acabar com um equipamento de mineração inferior, e sem o potencial competitivo, é improvável que você ganhe as recompensas necessárias para recuperar o dinheiro gasto no computador. No entanto, se você já tiver um computador relativamente potente, poderá optar por ingressar em um pool de mineração.

A triste realidade é que o fã médio de criptomoedas tem muito mais probabilidade de obter lucro negociando criptomoedas do que minerando-as.

Prós e contras da mineração de criptomoedas

Já abordamos um dos maiores contras da mineração de criptomoedas, que é o custo do hardware e da energia necessários para fazer parte de um grupo incrivelmente competitivo. O outro é o impacto ambiental do mecanismo de consenso PoW, que é uma das maiores críticas feitas ao setor de criptomoedas nos últimos anos.

Embora a indústria de criptomoedas como um todo esteja se movimentando na direção de fontes de energia mais renováveis – e a mecanismos de consenso mais eficientes, como o PoS – uma grande parte das plataformas de mineração atuais, que exigem uma quantidade substancial de eletricidade, ainda são alimentadas por combustíveis fósseis. E não precisamos nem dizer que queimar combustíveis fósseis não é bom para o planeta.

Agora, em termos de vantagens, a maior delas é o lucro potencial. Atualmente, os mineradores de Bitcoin recebem 6,25 BTC para cada bloco que adicionam com sucesso à cadeia e, aos preços de hoje, 6,25 BTC valem mais de US $120.000.

Referências

Perguntas Frequentes

A mineração de criptomoedas pode ser uma boa ideia e ainda é essencial para a indústria. No entanto, se você não tiver recursos para competir, poderá acabar com uma plataforma de mineração que não é poderosa o suficiente para gerar lucros.

Isso depende da criptomoeda que você escolher para minerar e seu valor de mercado quando você for vendê-la. Atualmente, os mineradores de Bitcoin ganham 6,25 BTC para cada bloco que adicionam com sucesso a blockchain, considerando os valores atuais, este é o equivalente a mais de US $120.000.

Sim, a mineração de criptomoedas é perfeitamente legal.

Os pools de mineração permitem que um grupo de fãs de criptomoedas combine seu poder de computação em um esforço para ser mais competitivo. Essa pode ser uma ótima opção para quem não pode comprar o melhor e mais poderoso hardware do mercado.

A prova de trabalho (PoW) é um mecanismo de consenso usado por muitas blockchains de criptomoedas, incluindo o Bitcoin. Ele depende de um computador com um poderoso hardware para validar transações, gravá-las em um bloco e adicioná-las à blockchain.

Proof-of-stake (PoS) é uma alternativa ao PoW que usa staking de criptomoeda ao invés do hardware de computador. É muito mais acessível do que a mineração tradicional e significativamente mais eficiente, no entanto, também tem suas próprias desvantagens.

Was this article helpful?
YesNo

Ainda tem alguma dúvida? Pergunte no nosso Discord

Compartilhe esse Artigo:

Sobre o autor

Mariana Scabello
Country Manager
Brazil
Tradutora interna da AAG para comunidade da língua portuguesa, criadora de conteúdo e experiente no mundo editorial.

Aviso Legal

Esse artigo foi feito para divulgar informações gerais para ajudar a educar um segmento amplo do público; não deve servir como informações de investimento, legais, ou como qualquer outro tipo de recomendação profissional ou empresarial. Antes de tomar quaisquer ações, você deve sempre consultar seu próprio profissional legal de finanças, de imposto, de investimento ou qualquer profissional que possa dar recomendações em assuntos que afetem a você e seu negócio.

Explore Web3 & Metaverses intuitively with MetaOne®
Download

Seja o primeiro a receber notícias

Seja o primeiro a receber a newsletter sobre nossa empresa, com atualização de produtos e de mercado.

🍪
We use cookies to make your experience better. Learn more: Privacy Policy
Accept

Explore Web3 & Metaverses intuitively with MetaOne®

Download
Download MetaOne