O que são tokens de governança?
Home > O que são tokens de governança?
Mariana Scabello
nov 13, 2022 7 mins read

O que são tokens de governança?

Nem todo token de criptomoeda é igual. Embora seja verdade que todos são moedas digitais, existem vários usos para diferentes tipos de criptomoedas que dependem do tipo de token. Por exemplo, tokens de governança, que são usados por milhares de projetos hoje, são extremamente importantes para determinar como esses projetos operam agora e no futuro.

Então, como os tokens de governança funcionam, por que eles existem e por que são importantes para o setor de criptomoedas? E qual sua relação com projetos de finanças descentralizadas (DeFi) e organizações autônomas descentralizadas (DAO)? Descubra neste guia da AAG Academy.

Uma das melhores e mais atraentes coisas sobre o setor de criptomoedas é que a maioria é completamente descentralizada. Em poucas palavras, isso significa que não há uma entidade central no controle. Isso impede que uma única pessoa ou empresa, ou mesmo um pequeno grupo delas, tome decisões que não sejam do interesse da comunidade em geral.

Projetos descentralizados não têm um conselho de administração ou um CEO. No entanto, na maioria dos casos, é necessário algum controle e tomada de decisão, caso contrário, um projeto não seria capaz de avançar e acabaria ficando obsoleto. É por isso que temos tokens de governança, que permitem que a própria comunidade decida como um projeto funciona.

Como funcionam os tokens de governança?

Os tokens de governança podem ser comprados e vendidos, assim como outros tokens de criptomoeda, e às vezes são emitidos como recompensa aos maiores e mais leais apoiadores de um projeto. O que os diferencia de outros tokens é que, em vez de serem usados para pagar por bens ou serviços, os tokens de governança permitem que seus detentores tenham voz na tomada de decisões.

Se você possui tokens de governança, pode votar nas principais questões do projeto e determinar sua direção. Em alguns casos, quanto mais tokens você tiver, mais significativo será seu voto. No entanto, muitos projetos impõem limites a isso para garantir que um pequeno número de pessoas não fique com muito poder, o que deixaria um projeto muito próximo da centralização.

MakerDAO, que está por trás da stablecoin DAI, emitiu um dos primeiros tokens de governança. Ele permite que o MakerDAO seja governado por detentores de tokens MKR, cuja unidade equivale a um voto. A votação é usada para decidir todos os tipos de questões, como quem deve ser nomeado para a equipe, quais regras devem ser implementadas e qual o valor das taxas.

Deve-se notar que nem todos os projetos que usam tokens de governança são totalmente controlados pela comunidade. Em muitos casos, ainda existem equipes por trás desses projetos, que decidem o que é elegível para mudança e deve ser votado, mas mesmo nestas situações, as principais decisões são deixadas para os apoiadores.

Quais tipos de tokens de governança existem? 

Todos os tokens de governança são iguais, no sentido em que são criptomoedas que permitem que um projeto distribua o controle, mas a maneira como são utilizados pode ser diferente dependendo da forma de operação do projeto. Por exemplo, alguns projetos, como o Compound, cedem todo ou a maior parte de seu controle à comunidade, colocando a maior parcela do poder nas mãos dos apoiadores.

Outros projetos, incluindo o MakerDAO, podem não entregar todo o controle, mas certamente dão à comunidade uma opinião sobre as principais decisões que moldam o futuro do projeto. E ainda, existem aqueles mais conservadores em relação à quantidade de poder que estão dispostos a ceder, especialmente nos estágios iniciais, nestes casos, não é incomum que  permitam apenas a votação em decisões menores e menos significativas.

Alguns tokens de governança também podem gerar dividendos financeiros, o que significa que os detentores recebem uma pequena parte dos lucros de um projeto.

É responsabilidade dos criadores do projeto decidir como os tokens de governança são distribuídos. Eles normalmente reservam uma parte para fundadores e investidores, e o restante é liberado para os usuários. Tokens de governança podem ser obtidos de muitas maneiras: através da compra, do uso de um serviço, no caso do Compound, ou servindo a um projeto de outras maneiras.

Quem usa tokens de governança?

Os tokens de governança são particularmente populares entre projetos DeFi e DAO, bem como aplicativos descentralizados (DApps). Além de Compound e MakerDAO, outros projetos populares que usam tokens de governança são Aave, Decentraland, PancakeSwap e Uniswap.

Um dos exemplos mais emblemáticos em relação a tokens de governança é o Compound, que é um protocolo DeFi que permite a seus usuários a contração e concessão de empréstimos de criptomoedas, que como mencionamos acima, renunciou ao controle da chave de administração da rede em 2020. Em outras palavras, o Compound agora é totalmente governado por seus detentores de tokens sem nenhum elemento centralizado.

Prós e contras dos tokens de governança 

Um dos maiores problemas das entidades centralizadas é que quem está no topo toma todas as decisões e nem sempre leva em consideração os melhores interesses de seus usuários. Os tokens de governança ajudam bastante a eliminar esse problema, dando a quem realmente usa e apoia um projeto ou serviço uma opinião real nas decisões que são tomadas.

Isso também ajuda a garantir a transparência. Pouquíssimas pessoas sabem o que acontece nos bastidores das empresas privadas ou mesmo públicas, porque estas podem escolher, na maioria das vezes, o que querem divulgar. Com uma organização descentralizada que usa tokens de governança, todos podem ver o que é elegível para mudança – e dar sua opinião, se quiserem.

Além disso, os tokens de governança ajudam a construir uma comunidade ativa e colaborativa, que pode fornecer a estabilidade que um projeto precisa para garantir seu sucesso a longo prazo. No entanto, os tokens de governança não são completamente perfeitos e existem algumas desvantagens que você deve conhecer antes de decidir se deve ou não investir neles.

Um grande problema com os tokens de governança é o que a indústria chama de whales ou “baleias”. São pessoas, normalmente com vastos recursos, que podem adquirir e manter uma porcentagem significativa de tokens. Isso lhes dá uma vantagem sobre outros membros da comunidade – e uma voz significativamente maior quando se trata de votar. Isso pode fazer com que as baleias influenciem as decisões a seu favor.

Alguns projetos combatem este problema impondo restrições sobre quanto poder os membros podem ter, mas é possível contornar isso usando várias carteiras e distribuindo um grande número de tokens de governança entre elas. Também houve casos de criadores de projetos e investidores votando em benefício próprio e não da comunidade em geral.

Referências

Perguntas Frequentes

“DeFi” é um amálgama das palavras “descentralizado” e “financeiro”. Refere-se a serviços financeiros descentralizados, como exchanges ou organizações que foram criadas para facilitar a contração e concessão de empréstimo de criptomoedas.

“DAO” significa “organização autônoma descentralizada”. É o termo usado para descrever uma estrutura de projeto que coloca o poder nas mãos dos detentores de tokens e permite que eles votem nas principais decisões que moldarão o futuro do projeto.

Os tokens de governança não apenas tornam os projetos descentralizados mais atraentes, colocando o poder nas mãos da comunidade, mas também ajudam a criar uma comunidade, aproximando as pessoas e aumentando sensivelmente o engajamento.

Os tokens de governança são usados para distribuir poder aos seus detentores. Os tokens de utilidade são uma forma de pagamento, mas só podem ser usados para comprar bens e serviços oferecidos pelo projeto que distribui o token.

Was this article helpful?
YesNo

Ainda tem alguma dúvida? Pergunte no nosso Discord

Compartilhe esse Artigo:

Sobre o autor

Mariana Scabello
Country Manager
Brazil
Tradutora interna da AAG para comunidade da língua portuguesa, criadora de conteúdo e experiente no mundo editorial.

Aviso Legal

Esse artigo foi feito para divulgar informações gerais para ajudar a educar um segmento amplo do público; não deve servir como informações de investimento, legais, ou como qualquer outro tipo de recomendação profissional ou empresarial. Antes de tomar quaisquer ações, você deve sempre consultar seu próprio profissional legal de finanças, de imposto, de investimento ou qualquer profissional que possa dar recomendações em assuntos que afetem a você e seu negócio.

Explore Web3 & Metaverses intuitively with MetaOne®
Download

Seja o primeiro a receber notícias

Seja o primeiro a receber a newsletter sobre nossa empresa, com atualização de produtos e de mercado.

🍪
We use cookies to make your experience better. Learn more: Privacy Policy
Accept

Explore Web3 & Metaverses intuitively with MetaOne®

Download
Download MetaOne